Compartilhe nas redes sociais:
  • Facebook
  • Google +
  • Twitter
 23/06/2016 11:29:00


Greve pode parar postos de combustíveis em Minas

“O Minaspetro teve conhecimento que, desde a noite de terça-feira, 21, nenhum veículo realizou o carregamento de combustíveis nas bases distribuidoras próximas à Refinaria Gabriel Passos (Regap), em Betim”, afirma a entidade, em comunicado veiculado em se

Em todo o estado pode faltar combustível nas bombas a qualquer momento, alerta o Sindicato do Comércio Varejista de Derivados do Petróleo de Minas Gerais (Minaspetro). Na madrugada de terça-feira, 21 de junho, teve início a greve dos transportadores de combustíveis, convocada pelo sindicato da categoria no estado - o Sindtanque. A paralisação atinge diversas bases de distribuição, como a BR Distribuidora.

“O Minaspetro teve conhecimento que, desde a noite de terça-feira, 21, nenhum veículo realizou o carregamento de combustíveis nas bases distribuidoras próximas à Refinaria Gabriel Passos (Regap), em Betim”, afirma a entidade, em comunicado veiculado em seu site.

Segundo o Minaspetro, há piquetes em locais de abastecimento para que caminhoneiros possam aderir à mobilização. Entre companhias prejudicadas estariam Raízen/Shell, Ipiranga, ALE e outras. A greve ocorre em protesto contra o baixo valor do frete e alto custo dos impostos e insumos, com desvalorização de trabalhadores.

O presidente do sindicato, Carlos Guimarães, diz que a paralisação é preocupante. “A grande maioria dos postos só tem reservas, de cada produto, para um dia, pois trabalham com um estoque muito rotativo”, disse. Segundo ele, caso a greve persista, nesta quinta-feira, estabelecimentos em várias regiões mineiras já poderão ficar sem combustíveis.

Faça aqui o seu comentário

Existem campos em branco ou fora do padrão requerido.
Houve um erro e seu comentário não pode ser enviado.
Tente novamente mais tarde!!!
Obrigado.
Seu comentário foi enviado com sucesso!!!