Compartilhe nas redes sociais:
  • Facebook
  • Google +
  • Twitter
 18/12/2016 20:47:00


Paga-se recompensa

Quem fornecer informações precisas que levem a prisão de Roberson será recompensado com R$3 mil

MP

Roberson está foragido desde 2013; ele foi condenado a 20 anos de prisão por homicídio

O Ministério Público de Ipatinga divulgou o último nome da lista do Programa Viva Mais Vale – que busca encontrar foragidos da Justiça. Roberson Flávio Santana, 34 anos, é décimo procurado. As informações sobre o paradeiro dele podem ser repassadas ao telefone (31) 98692-7010. Se o foragido por preso o denunciante irá receber R$3 mil como recompensa.

Roberson está foragido desde julho de 2013 após ser acusado de um homicídio e uma tentativa de homicídio em uma lanchonete de açaí, no bairro Bethânia, em Ipatinga. Na ocasião foi morta a facadas Simone Agapito da Silva, 36 anos. A irmã dela também foi golpeada, mas sobreviveu.

CONDENAÇÕES E ABSOLVIÇÕES
Roberson já é réu condenado pelos crimes. Pegou 20 anos de cadeia. Além dele foram julgadas a irmã dele, Roseane Noemi de Souza Santana, que pegou um ano e três meses de prisão e a mulher, que foi absolvida. Na época do crime, os três estavam na lanchonete quando uma confusão entre Simone e Roseane começou.

Conforme a denúncia do Ministério Público, após o atrito Roseane saiu do estabelecimento retornando com o irmão Roberson, a cunhada e o pai, o policial civil aposentado José Ivanil Santana, que também foi julgado pelo crime e absolvido. O acusado, armado com uma faca desferiu um golpe em Simone que morreu na hora e outro na irmã dela, que resistiu ao ferimento.

TEMPOS ANTIGOS
A motivação da discórdia remonta de tempo antigos. Roseane teria “roubado” o marido de Simone, que junto com sua advogada resolveram dar um “susto” em Roseane. Em 2005, um juiz considerou que Simone não deveria ser julgada por ser um crime de menor importância. Em 2008, o processo foi arquivado pelo mesmo motivo.

Faça aqui o seu comentário

Existem campos em branco ou fora do padrão requerido.
Houve um erro e seu comentário não pode ser enviado.
Tente novamente mais tarde!!!
Obrigado.
Seu comentário foi enviado com sucesso!!!